top of page
Buscar
  • marcelafileti

Sua vida tem sentido?

Na maior parte das vezes os quadros de depressão moderada/grave envolvem uma grande questão: a falta de clareza sobre um sentido da vida.

Nesse estado a pessoa vivencia culpa por coisas que deixou de fazer e que antes eram importantes, mas hoje perderam a graça. Assim, uma das formas de reestabelecer o equilíbrio do quadro seria pensar em um propósito de vida.

Faça a você mesmo as seguintes perguntas:

• Quero contribuir de alguma forma para as pessoas e o ambiente a minha volta?

• Que lições quero deixar para as pessoas que me conheceram?

• Como as pessoas descrevem meu impacto na vida delas?

• O que já fiz pra mudar o humor ou os sentimentos de alguém?

• Minhas atitudes correspondem aos meus valores pessoais?

• Que coisas que eu fazia/faço que eu "morreria" se não pudesse mais fazer?

• O que me faz perder a noção do tempo?

• Se não precisasse me preocupar com dinheiro em que investiria meu tempo e energia?

• Que atividades, projetos me fariam acordar todos os dias com brilho nos olhos?

• Onde aproveitar minhas habilidades? Pra quem eu seria útil?

• Se eu tivesse todo o tempo do mundo pra fazer algo, a qual causa me dedicaria?

• Qual foi a coisa mais recompensadora que já fiz? Por que a vejo assim?

• Quando olhar para trás, como gostaria de me lembrar da minha vida?

• De que me arrependo de ter feito ou deixado de fazer?

• Valorizei as coisas que realmente importavam?

Não há resposta certa e sim uma evolução nesse conceito.

As vezes o que fazemos pelo outro é tao corriqueiro pra nós, mas pra quem recebe tem um valor enorme!

Outra questão: Qual foi a fase mais dura da minha vida e por que?

Nossas piores fases podem ser convertidas em causas porque não queremos que os outros passem pela mesma coisa.

Dedique-se à pensar um pouco nas respostas. Elas trarão um nível interessante de autoconsciência.



15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page